Cores em casa

Ao entrar numa casa de material de construção, folhear uma revista ou visitar uma loja de móveis somos bombardeados com maneiras fantásticas de usar as cores. Adoramos o que vemos, mas na hora de definirmos as cores que usaremos no nosso próprio ambiente, a coragem vai embora, e as escolhidas acabam sempre sendo as neutras. Porém o efeito das cores é simbólico, terapêutico e repleto de energias e sensações. Para escolher a cor de um cômodo, faça uma lista de seus matizes favoritos e observe as sensações que cada cor desperta em você e nas pessoas que convivem ali. As paredes são guardiãs do ambiente, ficam marcadas pelos acontecimentos e vivências de seus ocupantes, então devemos usar as cores de acordo com as intenções de cada lugar.

Vermelho é uma cor associada à coragem e a ousadia, para todos aqueles que desejam levar calor, intensidade e paixão para seu ambiente. Enquanto faixas fortes de vermelho sinalizam drama, energia e vitalidade, tons rosados e terracota fornecem variações moderadas do tema e tornam essa família cromática incrivelmente versátil! Lembre-se que tons vermelhos ocorrem com frequência no mundo natural, sem nunca parecerem berrantes. Procure inspiração nos vermelhos que vemos nos jardins e no campo. Note como pequenas frutas se destacam entre as folhagens sem agredir os olhos, mostrando o poder que um pequeno pontinho vermelho tem. Qualquer coisa opte por vermelhos mais sutis e use tons de maçãs, cervejas e framboesas. Use com cuidado, já que o excesso pode trazer alteração de comportamento: evite fachadas toda em vermelho.

Amarelo sempre alegre, levanta o astral de qualquer ambiente em que seja usado. É a cor mais brilhante do espectro e torna os espaços claros e vibrantes. Sejam tonalidades frias ou quentes, tudo encherá sua casa de sol e a deixará com um aspecto radiante. Convém recorrer a essa cor quando os níveis de luz natural num espaço são baixos. Além disso é uma boa cor para ser usada para saúde física e mental. Também indicada para escritórios ou salas de estudo, pois ajuda obter concentração máxima em períodos específicos, como provas e desenvolvimento de projetos.

Verde é a marca registrada da natureza e insinua vida, vigor e harmonia. Introduzi-lo no ambiente tem o efeito animador de ver os primeiros brotos e folhas de primavera. A maioria de seus tons verde é maravilhosamente calmo e relaxante, desde os tons mais claros aos mais fortes. Essa característica faz dessa família cromática uma das mais versáteis e fáceis de usar em decoração. O verde-claro é ótimo para quartos, principalmente de criança. Uma boa cor para renovar as energias e marcar um novo ciclo como, por exemplo, um novo lar.

Azul é uma cor - animadora, relaxante, serena e inspiradora ao mesmo tempo. Azul pode ser fresco, mas não precisa ser frio: a calma do azul pálido, que lembra amplos céus de verão, traz consigo uma sensação de espaço e paz infinitos; a vitalidade eletrizante do verde azulado e do cobalto estimula e refresca; os tons vivos de azul-marinho e do azul jeans são clássicos atemporais. É uma boa cor para salasquartos de casalquartos de criançabiblioteca, sala de estudo e espaço de meditação.

Violeta possui uma onda mais curta e a frequência mais veloz no espectro das cores, razão pela qual sua luz purifica e acalma. Interiores decorados com lilás suave ou ameixa pálido têm um efeito poderoso sobre nossas emoções, e os tons amenos de lavanda são calmantes. É recomendada no dia a dia, mas sempre com equilíbrio, está relacionada ao poder, mas também pode estar relacionada a tristeza e melancolia. É a cor de grandes ideais e das pessoas de sorte. Inspira dignidade, autoridade e respeito.

Preto e branco embora não sejam cores no sentido estrito por não fazerem parte do círculo cromático, preto, branco e os tons de cinza formados por sua mistura são indispensáveis na decoração. Toques de preto puro- a ausência de cor ou luz - podem ser usados num espaço como acentos ou para realçar outras cores. Branco - o resultado da combinação de todas as cores do espectro em perfeito equilíbrio- constitui um forte contraste que é o pilar de muitos interiores , a base de conjuntos puros, limpos, frescos, brilhantes e simples.

As cores metálicas conferem uma atração cintilante e chamativa a todos os tipos de conjuntos decorativos, mesmo quando usadas em pequena quantidade. Esses acabamentos complementam uma grande gama de cores, conferindo-lhes vivacidade e acrescentando profundidade. O prata, o cobre e o dourado são os tons mais usados para a decoração, e o segredo para acertar na decoração com eles sem que pese muito, é optar por tons neutros na parede e móveis clássicos, deixando o diferencial para os detalhes metalizados, realçando os tons vivos das cores de uma residência.