Dicas de iluminação

Poucas pessoas sabem utilizar a iluminação de maneira efetiva, como um elemento para dar amplitude aos espaços e destacar detalhes. Com alguns pequenos truques é possível tornar os ambientes mais agradáveis e até economizar energia.

Para iluminar um ambiente, o primeiro passo é fazer uma análise de sua função, estilo, atividades ali realizadas, objetos a ser destacados e clima desejado. Depois é preciso decidir o tipo natural (incidência solar) e artificial (direta, indireta e difusa).

Quanto menos luz natural tiver no ambiente, maior será o esforço para desenvolver um bom projeto de iluminação artificial. O uso apropriado da luz natural reduz a necessidade de iluminação artificial. Por isso, depois de decidido a luz solar, é a hora da luz artificial e seus usos. A luz artificial possui três tipos: difusa, direta e indireta.

A luz difusa é mais homogênea e produz uma iluminação geral,mais confortável, com menos intensidade e sem deixar a desejar no fluxo luminoso. Por ser difusa, a luz é distribuída de modo uniforme pelo ambiente, sem criar sombras fortes e demarcadas, já que a lâmpada não fica direcionada diretamente para algum ponto específico, por exemplo.

A iluminação indireta por definição, é aquela em que você só vê onde a luz incide, e não o ponto de onde a luz vem, tende a ser mais suave do que as luzes gerais. Na iluminação indireta, a ideia é focar em partes diferentes do ambiente, por isso são usadas lâmpadas mais amenas em termos de luminosidade, a iluminação pode ser feita no forro, no piso, nos móveis ou com luminárias.

A iluminação direta é aquela na qual a luz incide de forma direta sobre as superfícies. Este tipo ilumina melhor os planos de trabalho (mesas, bancadas e balcões) e, por isso é utilizado nos escritórios e salas de estudo, uma vez que facilitam o uso do computador e também a leitura. A luz direta é também muito recorrente quando se quer destacar algum item decorativo.

O ideal em um projeto de decoração é conciliar vários tipos de iluminação, a depender da necessidade de cada ambiente. Uma estratégia muito recorrente é o uso de iluminação direta-indireta.

Iluminação direta-indireta
Iluminação Natural
Iluminação Indireta
Iluminação Direta